"Não falta quem já considere a blogosfera como o quinto poder" (Vital Moreira, Colunista, Público)

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2008

Dia Europeu sem Carros em Pechão...

No dia 22 de Setembro várias cidades vão aderir ao dia Europeu sem Carros. Enquanto eles têm um dia diferente, nós por cá, em Pechão, iremos ter um dia igual a todos os outros... muito trânsito e camiões a montes.

 

(imagem tirada daqui)

sinto-me:
escrito p/ pechanense às 23:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

Acidentes em Pechão

ANTES DE MAIS NADA:
O texto que se segue já estava planeado e escrito para hoje. Antes de o publicar ainda pensei em alterá-lo devido àquilo que aconteceu ontem, dia 3 de Dezembro de 2007, por volta das 19.30 horas. Decidi que devia publicar sem alterar nada, mas que escreveria antes o seguinte - O Miguel, um homem ainda jovem, forte e cheio de saúde, foi "colhido" por uma viatura que, provavelmente vinha em excesso de velocidade, no centro da Aldeia de Pechão, na rua 25 de Abril. Parece que isso aconteceu quando ele teve que se desviar de uma outra viatura que estava estacionada em cima do passeio. O Miguel foi levado para Lisboa, dizem os familiares, ainda inconsciente e muito mal... sem esperanças dadas pelos médicos! Este foi o último acidente verificado, antes do "último acidente da semana passada"... até quando!?


Em três meses já se deram três ou quatro acidentes dentro da aldeia de Pechão, mais precisamente na rua 25 de Abril (a que liga Olhão a Estoi). Já há quem considere que esta rua ou estrada (sim, porque apesar de ser considerada rua com nome e tudo, na realidade é uma estrada municipal com imenso tráfego), pode, proporcionalmente, "concorrer" com a EN 125 em acidentes... Creio que já está na altura de ser considerada uma rua/estrada perigosa e não tarda nada será mesmo considerada "a estrada da morte".

O último acidente deu-se no "cruzamento do Zé Arlindo", entre duas viaturas ligeiras de passageiros e que obrigou o corte de trânsito entre o meio dia e a uma e meia da tarde, com um aparato de três ou quatro ambulâncias, carro do médico do INEM, carro de desencarceramento dos bombeiros... os da guarda só vieram por volta das treze e vinte porque (parece que esse dia foi frutífero em acidentes) as poucas viaturas que existem estavam ocupadas em outros acidentes. Mais tarde, entre as dezasseis e trinta até mais ou menos as vinte horas, também foi necessário cortar novamente o trânsito e a electricidade para substituirem um poste eléctrico que ficou partido. (poderá ver a "reportagem" fotográfica clicando AQUI. Embora as fotografias estejam no álbum do pechanense, elas foram tiradas pelo "fotógrafo freelancer", Danilo Quinta)

Claro que estes acidentes provocam sempre um ajuntamento de observadores e comentadores. Quase toda a população de Pechão se juntou no cruzamento para ver e comentar o acontecimento. Muitas coisas foram ditas e re-ditas pela população. Registo aqui algumas das coisas faladas para que ALGUÉM DE DIREITO, (que não esteve presente), possa ter conhecimento.

  1. Sinalização - Embora a Câmara Municipal de Olhão tenha vindo a colocar alguns sinais na freguesia, é evidente que ainda existe uma deficiência na sinalização. Por exemplo, o STOP do cruzamento, que o "causador" do acidente não respeitou (quem vem do lado de Faro), necessita de ser substituido... e porque não colocar lombas para obrigar os condutores a abrandar e ainda antes um sinal de aproximação de estrada com prioridade!? (para as "más línguas" que viram meia hora depois do acidente os serviços camarário colocarem sinais de trânsito na aldeia, informo que provavelmente foi pura coincidência. Esta operação já estava pensada e planeada há muito, muito, mas mesmo há muito tempo)
  2. Excesso de Velocidade - A população não só começa a ficar farta por nada se fazer em relação à excessiva velocidade com que as viaturas passam pelo centro da aldeia, tanto as ligeiras como as pesadas, como também já começa a ter medo de atravessar ou andar nas bermas das ruas e mesmo nos passeios. Tememos pela nossa própria vida e pela dos nossos filhos... mesmo quando se atravessa a rua numa passadeira. Falou-se novamente da necessidade das lombas altas, dos semáforos e do abaixo assinado entregue na Junta de Freguesia! Falou-se ainda na hipótese de haver um acidente com uma das muitas viaturas pesadas que passam diariamente nesta rua... "o que seria... e se for um camião transportando produtos infamáveis!?"
  3. Estacionamento -  É mais do que evidente que o estacionamento em Pechão pode muito bem ser classificado como selvagem! Vale tudo para estacionar... no meio da rua, em cima dos passeios (obrigando os peões a desviarem-se e a terem que andar na estrada onde passam os carros em grande velocidade), à frente dos estacionamentos (bloqueando as viaturas correctamente estacionadas), etc.!
  4. O Deixa Andar - A ideia que muitas pessoas têm é que se alguma coisa for feita, será mais perto das próximas eleições. Os responsáveis, aqueles que a população elegeu para gerir o Concelho, parece que deixam as coisas andar e só fazem algo quando precisam dos votos das populações. A realidade é que durante todo o tempo antes da altura das eleições, também se vive e até se pode morrer nas ruas de Pechão! Esperamos que isso nunca venha a acontecer porque aí sim, como bom costume português, "...trancas na porta".
Pode ler tudo aquilo que neste blog já foi escrito sobre o trânsito em Pechão, clicando AQUI


Depois de Tudo

Hoje, dia 8 de Dezembro, edito este post para dizer que o Miguel
não resistiu e acabou por falecer.
Esta morte foi causada pelo gravíssimo problema
de trânsito na Rua 25 de Abril, em Pechão.

Terá sido a única? Esperamos que sim...
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 14:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Pechão, uma terra sem jardins...

Nestes últimos anos Pechão, uma aldeia do Concelho de Olhão, tem assistido à construção de vários prédios na rua 25 de Abril. Devido ao betão que tem sido levantado (necessário por causa do aumento da população), temos perdido a possibilidade de apreciar o verde que ladeia a referida rua. No prédio que está a acabar de ser construido, o construtor eliminou três lugares de estacionamento para fazer um pequeno espaço ajardinado à frente deste novo bloco de apartamentos.

A maioria da população ficou satisfeita ao ver uma pequena “ilha verde” neste imenso “mar cinzento”, em que se tem tornado o coração da aldeia. Eu digo a maioria porque, pelos vistos, alguns (certamente muito poucos, mas de muito “peso”), não gostaram que Pechão ficasse com menos três lugares, eu repito, TRÊS lugares de estacionamento, para se criar um pequeno “pulmão” nesta rua “emparedada” e cheia de monóxido de carbono devido à quantidade de viaturas que diariamente passam por Pechão, vindo e indo para Olhão... as viaturas que passam em excessiva velocidade e as que estacionam selvaticamente por cima dos passeios, bloqueando os carros correctamente estacionados e provocando engarrafamentos dignos das grandes cidades!

Consta que estes “ilustres" e "pesados” cidadãos, certamente indignados por não terem lugar para estacionar as suas viaturas, escreveram cartas e fizeram vários telefonemas à Câmara Municipal de Olhão, pedindo (não sei se exigindo, pressionando ou o que quiserem chamar), que o pequeno "jardim" fosse eliminado... pelos vistos conseguiram!

Portanto, meus amigos... Fica aqui a fotografia do “único jardim” de Pechão (embora seja apenas um canteiro), que foi feito em Agosto deste ano, quase à pressa, para que a terra ficasse mais bonita para receber a delegação de Morangis a quando da assinatura do protocolo de geminação. Sim, deixo aqui este registo para que os pechanenses possam, no futuro, recordar com saudade o “jardim” que tiveram (durante quase três meses), porque deixarão de o ver para a próxima ou para a outra semana... parece que foi dada ordem ao construtor para partir o canteiro e fazer os três lugares de estacionamento.




Meus caros Senhores Presidentes da Câmara Municipal de Olhão e da Junta de Freguesia de Pechão. Gostaria de recordar aquilo que prometeram para esta terra e que consta da vossa propaganda eleitoral:

  • “Forte aposta no ajardinamento de pequenos espaços, de modo a criar zonas verdes em vários pontos da Freguesia. Proceder à plantação de 200 árvores, e ao ajardinamento dos espaços exteriores das escolas.”
  • “Criação de um Jardim Público e Parque Infantil. Colocação de Mobiliário Urbano em vários sítios da Freguesia.”

Tenho sérias dúvidas que estas promessas eleitorais sejam cumpridas!

...na minha ignorância, própria de quem não é iluminado para as coisas da política, eu acho que o Senhor Construtor estava a dar-vos uma mãozinha. Deviam ter aproveitado!


E que tal fazermos aqui uma votaçãozita?

Escolhe o que preferes
Prefiro o canteiro
Prefiro os tres lugares de estacionamento
  
pollcode.com free polls
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 15:29
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Trânsito em Pechão... novamente

Sem dúvida que em Pechão, este é um daqueles assuntos que parece não ter fim! Pelo menos quatro foram as vezes que falei dele:
Pois bem, falarei mais uma vez.

No final de Julho, princípio de Agosto, andou a circular um abaixo-assinado para que o problema do trânsito no centro da aldeia de Pechão fosse resolvido, principalmente na rua 25 de Abril (que é a que liga Olhão a Estoi). Em Setembro ouvi algumas pessoas de Pechão dizer que o referido documento não fora entregue. Dizia-se que quando o responsável pela ideia foi ter com o Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Pechão para entregar a subscrição reivindicativa, este disse que "não valia a pena porque o assunto já estava a ser tratado", recolhendo assim o autor, na "gaveta", todo o seu trabalho (!?)

O que sei é que o problema continua - embora a secção de trânsito da Câmara Municipal de Olhão tenha mandado pintar algumas marcações no piso e também tenha mandado colocar alguns sinais verticais...

Também sei que nesta última Assembleia de Freguesia um membro da oposição levantou a questão. Eu não estive presente (aliás nunca estive em nenhuma), mas constou-me que foi afirmado que o tal abaixo-assinado fora entregue e enviado para os "serviços competentes". Constou-me também que foi aprovada a colocação de "passadeiras altas", tipo lombas, para que os condutores que têm o hábito de passar por Pechão em excesso (excessivo) de velocidade, abrandem e respeitem os limites impostos.

Eu não sou pessimista, mas tenho cá para mim que, com o Natal à porta, vamos ter que incluir novamente na nossa "carta ao Pai Natal" tal pedido...

...existe um senão: Já todos nós sabemos que o tal senhor vestido com um "pijama vermelho" e que dá muitas coisas, é uma criação publicitária!
oh! oh! oh!
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 15:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

Trânsito em Pechão (terceira parte)


Pois bem... volto para deixar mais uma sugestão para que o Senhor Presidente junta veja que os seus concidadãos estão empenhados a ajudá-lo a resolver este problema do trânsito de Pechão! Esta está relacionada com o excesso de velocidade dos carros que passam por cá, vindo ou indo para Olhão.

Uma solução com duas versões... uma mais "composta" e outra mais "descomposta"

A Primeira (a mais compostinha):






A Segunda (a mais descompostinha):
 atenção à bolinha      O
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 22:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

Trânsito em Pechão (segunda parte)

As datas que os políticos entendem ser as melhores para resolver os problemas das suas autarquias, geralmente nunca coincide com a que a população sente ser a certa... Enquanto as populações pensam que a melhor data é HOJE, porque é neste momento que estão a passar as dificuldades, os políticos entendem que é DAQUI A UM TEMPO, porque é a que melhor se encaixa no calendário eleitoral.

Seja HOJE ou DAQUI A UM TEMPO, eu gostaria de deixar aqui algumas (simples) sugestões para resolver o problema do trânsito em Pechão.

1 - Para acabar com o estacionamento "selvagem", penso que a solução passa por colocarem, para além de sinais para proibir o estacionamento, alguns obstáculos nos passeios.

2 - Enquanto não se fizer a tão desejada variante, pelo menos os veículos pesados deveriam ser impedidos de passar no centro da aldeia em certas horas do dia.

3 - Para acabar com a velocidade excessiva, para além de colocar os semáforos a funcionarem bem e vários sinais de limite de velocidade, creio que algumas lombas nas entradas da aldeia e também várias passadeiras altas (passadeiras tipo lomba) em várias ruas, ajudariam.

Estas são as minhas sugestões, que acredito não serem muito dispendiosas para a Câmara Municipal de Olhão e para a Junta de Freguesia de Pechão.

Agora deixo um desafio a todos amigos leitores:

Deixa tu também uma sugestão nos comentários, para assim contribuíres para a solução do problema. Estou certo que o Senhor Presidente da Junta de Freguesia de Pechão irá ler e (como sei que é uma pessoa de espírito aberto) certamente agradecerá!

sinto-me: sugestivo...
escrito p/ pechanense às 23:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Trânsito em Pechão (primeira parte)

 No dia 11 de Novembro de 2005 eu escrevi um post, neste mesmo blog, que abordava o assunto do trânsito de Pechão. Antes de continuares a ler este, convido-te a leres (ou a releres) o anterior post... vai lá que eu espero! Clica AQUI!

Já foste? Então continuemos...

Hoje, passado algum tempo, as coisas continuam na mesma! Bom... de facto não estão na mesma. Pelo menos três coisas aconteceram.
- A primeira é que a Comissão de Trânsito da Câmara Municipal de Olhão, em Julho de 2006, andou por cá... os responsáveis fizeram uma "visita guiada" pela nossa terra, conduzida, é claro, pelo nosso ilustre representante... só que, o tempo que estão a demorar para encontrar as soluções para melhorar o trânsito, leva-me a crer que está a ser feito um estudo exaustivo e pormenorizado, ou então esperam pelo "tempo certo" para mostrar obra!
- A segunda coisa que aconteceu foi que a quantidade de viaturas que passam pelo centro da aldeia e a quantidade de viaturas que estacionam em cima das passadeiras e dos passeios e à frente das viaturas que estão correctamente estacionadas (diga-se que de uma forma abusiva e sem o mínimo de respeito pelos outros), aumentou estrondosamente!
- A terceira é, sem dúvida alguma, o aumento significativo de "corredores de automóveis"!

...perdão... estou a ser injusto! Há um quarto acontecimento a registar. As tão "maltratadas e esburacadas" estradas da Freguesia foram todas pintadas de fresco com os respectivos traços e tracejados!
sinto-me: em sentido proibido
escrito p/ pechanense às 10:33
link do post | comentar | favorito
partilhar
online

Worten Sempre?

. mais sobre mim

subscrever feeds

. pesquisar neste blog

 

últ. comentários

Meu caro Farid HaiderTem razão quanto ao que disse...
Uma observação ao texto supra citado.Não existe lí...
Não sei quem é o artista, mas deve ser nova ortogr...
Boa pergunta...felizmente já comprei o meu há muit...
:) oh GOD!!
queria saber noticias do zeca. alguem pode me info...
tive a orra de passa tres temporadas como atleta d...
Obrigado mas não é tanto "voltar", é mais dar o "a...
Bem vindo e bem - aventuradas sejam as tuas palavr...
Móss Pechanense. Andaste desaparecide?

. ligações

Fórum olhão ponto org



. posts recentes

Dia Europeu sem Carros em...

Acidentes em Pechão

Pechão, uma terra sem jar...

Trânsito em Pechão... nov...

Trânsito em Pechão (terce...

Trânsito em Pechão (segun...

Trânsito em Pechão (prime...

. arquivos

. tags

todas as tags

blogs SAPO
mozila Firefox2