"Não falta quem já considere a blogosfera como o quinto poder" (Vital Moreira, Colunista, Público)

Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

A todos os que visitam o pechanense

sinto-me:
escrito p/ pechanense às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
partilhar
Sexta-feira, 27 de Abril de 2007

O discurso...

...a 1 de Maio de 1940!

"Seja-nos permitido, a propósito das grandezas passadas que festejamos e das grandezas futuras que desejamos para a nossa Pátria querida, seja-nos permitido a nós, sentinelas de Israel, soltar um grito de alerta contra a tentativa, tão sacrílega quão desnacionalizadora, de se espalhar na terra portuguesa a cizânia do protestantismo."
(Cardeal Cerejeira)

(in Revista Bereia n.º 115, Janeiro - Março 2007)
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 11:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 26 de Abril de 2007

O 25 de Abril e a "Religião do Estado"


Diz-se que a revolução dos cravos trouxe a democracia, o desenvolvimento e a liberdade!

Certamente que alguns dos leitores me dirão que em alguns aspectos sim, mas em outros ainda existe muito para se fazer para que o espírito de Abril seja uma realidade. Quando falamos de religião em Portugal, certamente que nos estamos a referir a uma das áreas da sociedade portuguesa onde ainda há muito para ser mudado.

Creio que será legítimo interrogar-me se verdadeiramente deixou de haver uma "Religião Oficial do Estado Português"... chego à conclusão que aqui ainda é necessário haver uma verdadeira revolução!
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 22:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 22 de Março de 2007

A Bíblia - Exposição em Olhão

A Igreja Evangélica Baptista de Olhão, no dia 25 de Março, pelas 11.30 horas, na sua hora de Culto, vai realizar um programa especial sobre a Bíblia. A entrada é livre. No fim todos os presentes poderão apreciar uma pequena exposição de Bíblias.



A Igreja Evangélica Baptista de Olhão fica na:
Rua General Humberto Delgado, n.º 36
(perto da Junta de Freguesia de Olhão)

 
Alguns links relacionados com a Bíblia:
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 16:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007

O Valor da vida


Acho interessante quando me chamam “retrógrado” pelo facto de eu defender princípios cristãos. Segundo o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, da Verbo, retrógrado é uma pessoa que pensa e actua em conformidade com ideias e valores do passado. Não é um progressista!


Olhando para as sociedades mais antigas, antes do aparecimento do cristianismo e ainda antes de estarem sob a sua influência, incluindo as da Europa, constato que os direitos das crianças, órfãos, mulheres, viúvas e idosos, pouco ou nada estavam salvaguardados. Por exemplo, era perfeitamente natural o homossexualismo pedófilo na sociedade grega (coisa que hoje nos horroriza, qualquer que seja o tipo de pedofilia). Entre os romanos, as crianças não tinham nenhum direito. Eram simples propriedades de seus pais, podendo estes fazer com elas o que lhes apetecesse. Só quando atingissem a maioridade é que poderiam ser considerados filhos de pleno direito. Isto já para não falar das mulheres e daquilo que acontecia entre as nações consideradas bárbaras...

O cristianismo veio revolucionar as sociedades. Aliás, sejamos justos. O valor da vida que o cristianismo defende é uma herança do judaísmo. A sociedade judaica sempre se preocupou com a defesa dos mais fracos e vulneráveis, porque essa era a preocupação de Deus.

Posso afirmar com toda a convicção que a tradição moral judaico-cristã, para além de ser progressista, é uma dádiva de Deus para que à vida humana seja dado o devido valor.
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 25 de Dezembro de 2006

A Verdadeira Mensagem de Natal






A Boa Nova


Naquela região havia pastores que passavam a noite no campo, guardando os rebanhos.
Apareceu-lhes um anjo, e a luz gloriosa do Senhor envolveu-os. Ficaram muito assustados,
mas o anjo disse-lhes: "Não tenham medo! Venho aqui trazer-vos uma boa nova, que será motivo de grande alegria para vocês e para todo o povo.
Pois nasceu hoje, na cidade de David, o vosso Salvador, que é Cristo, o Senhor!
Poderão reconhecê-lo assim: encontrarão o menino envolvido em panos e deitado numa manjedoura."
Nisto, juntaram-se ao anjo muitos outros, e louvavam a Deus, cantando:
"Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens a quem ele quer bem!"


Evangelho de Lucas 2:8-14
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 20 de Dezembro de 2006

A todos os amigos...



"O pechanense deseja
um Natal de Paz
e um 2007 Feliz"


Seguindo o exemplo do senhor PM, aqui também vai haver tolerância de ponto, só que bem maior. Até ao final do ano não volto cá mas... (uma das vantagens de quem tem um blog do sapo), vou deixar gravado dois posts que darão o "ar da sua graça" (creio que um deles será sem graça) nos seguintes dias e horas:

  • dia 25, às 00.01 h
  • dia 30, às 00.01 h
Entretanto, se passares por Pechão, aproveita para visitares a exposição de dois presépios que estão na Junta de Freguesia. Um deles é o mais tradicional em Portugal, mas o outro é exclusivo da tradição algarvia. Já no ano passado falei deste último. Convido-te a visitares as fotografias e a explicação.

Presépio Algarvio (em Pechão)
Explicação



Um abraço do vosso amigo
Jaime Fernandes
(pechanense)
sinto-me:
escrito p/ pechanense às 14:30
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
partilhar
Sábado, 25 de Novembro de 2006

Até misturam a religião com o Natal...


Os "sinais" do Natal já são visíveis em tudo que é lugar... aliás, mal tínhamos saído do Verão, já os comerciantes nos estavam  a fazer lembrar que era altura de comprar as decorações, as luzes, os presentes... era altura de colocar o pai-Natal "enforcado" nas janelas, varandas e chaminés!

Aqui no blog do pechanense, porque agora é que estamos a entrar na época do Advento (tempo de espera e preparação para o Natal), vou colocar a primeira "decoração"...


Estávamos na época do Natal.
Passava um autocarro de uma excursão à frente de um Templo de uma Igreja onde já eram visíveis as decorações de Natal que apontavam para o nascimento de Jesus Cristo.
Uma passageira ao reparar em tal, muito indignada, exclamou:
"Oh meu  Deus! Põem a religião em tudo. Vejam só que até misturam a religião com o Natal!"


Esta história pretende mostrar o facto de que o Natal se tornou em tudo, menos na celebração do Nascimento de Jesus Cristo!

Afinal o que é o Natal!?

sinto-me:
escrito p/ pechanense às 10:09
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
partilhar
Quinta-feira, 18 de Maio de 2006

O Código Da Vinci

Filme Código Da Vinci Foto©EPA Depois de ter vendido quarenta milhões de livros, traduzidos em cerca de quarenta e quatro idiomas, aí está o filme para lançar mais achas para a fogueira da polémica provocada pela obra de Dan Brown.

 

O filme tem tudo para ser um sucesso de bilheteira. Tem um tema que mexe com a fantasia da mente humana, no que concerne ao sobrenatural, ao esotérico e ao anti-religião tradicional. A juntar a isto tem tido atrás de si uma oposição, apelando constantemente ao boicote, que tem servido apenas para desencadear ainda mais o efeito de curiosidade das pessoas e como consequência, o engordar das contas bancárias de alguns.

 

De facto este romance não passa disto mesmo. É uma ficção onde só existe uma personagem real – o historiador de arte Maurizio Seracini que, em declarações à TSF, lamenta nunca ter sido consultado por Dan Brrown. “Nunca tive contacto com ele, nem telefónico nem por e-mail, nem sequer por correio. Foi uma decisão unilateral de Dan Brown incluir-me no seu livro”, referiu ele.

 

Diversas obras de Leonardo Da Vinci passaram pelas mãos deste historiador de arte, tendo sido em algumas surpreendido por acrescentos aos desenhos originais, mas em nenhuma detectou os códigos que são abordados no livro. “Já estudei três pinturas de Leonardo Da Vinci e oito desenhos e nunca encontrei mensagens, segredos códigos ou mesmo sinais tipicamente esotéricos”, sublinhou. Seracini afirma ainda que nesta obra existe apenas uma verdade: “nem tudo o que tem a assinatura de Leonardo Da Vinci foi feito pela mão do pintor italiano”

 

Como cristão que sou, não estou minimamente preocupado com o impacto deste romance. Não faço nenhum apelo ao boicote nem sequer eu o faço. Se tiver oportunidade irei ver o filme ou então espero simplesmente que saia em DVD e algum amigo meu compre, para eu ver sossegado no meu sofá.

 

Uma coisa posso garantir. A Verdade do cristianismo não está numa qualquer igreja secular, muito menos num embuste como o é esta obra. A Verdade do cristianismo está na Bíblia. Foi o próprio Senhor Jesus Cristo que afirmou “Eu sou o caminho, a verdade e a vida...” (Evang. João 14:6) O único lugar que eu conheço onde se pode conhecer a Verdade é na Bíblia.

 

Convido-te a visitares esta página do GBU -  AQUI 

 

escrito p/ pechanense às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar
Terça-feira, 2 de Maio de 2006

O absurdo da idolatria

Interessante e oportuno o texto Bíblico que, neste Domingo,

estudámos na Igreja.

(clica aqui para leres)

 

sinto-me:
escrito p/ pechanense às 11:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 11 de Abril de 2006

Páscoa

Tenho estado ausente e quando estou por cá, devido a esta época do ano, não tenho tido muito tempo para “blogar”. Porém quero, antes de mais nada, desejar uma boa Páscoa para todos!

 

Quero também colocar-vos o desafio de deixarem neste post a vossa definição de Páscoa.

 

Para ti, o que é a Páscoa?

 

Encontrei uma frase que para mim, de uma forma muito simples, define a Páscoa:

 

“A Páscoa é o protesto de Deus contra a morte

e a celebração de liberdade da morte.”

(J. Moltmann)

 

 

sinto-me: pascoal
escrito p/ pechanense às 10:13
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
partilhar
Quarta-feira, 1 de Março de 2006

"Mascaradas"

Nesta altura do Carnaval muitas pessoas aproveitam para colocar uma máscara. Transformam-se naquilo que não são ao longo do ano e que provavelmente gostariam de ser. É um desfile imenso de personagens da banda desenhada, da política, da sociedade, etc. São mulheres que se travestem de homens, e homens que se travestem de mulheres. Como já ouvi dizer, nesta altura também há muitas pessoas que aproveitam para tirar a máscara que usam ao longo do ano. Por outras palavras, poderíamos dizer que nesta altura do ano as pessoas ou são hipócritas ou sinceras.

É interessante reflectir no significado desta duas palavras:

HIPOCRISIA Provavelmente tu conheces a imagem das duas máscaras que simbolizam o teatro - uma rindo e outra chorando. Elas vêm da antiga Grécia. São as "hipocrités". Esta palavra é formada pelo prefixo "hipo", que significa debaixo e "crites", termo da cultura helénica e que faz parte da família de palavras que indica critério, julgamento, ou seja, "hipocrités" é traduzida como máscara por tradicionalmente esconder aquilo que está debaixo. Poderemos dizer então que quando colocamos uma mascara, passamos a ter a personalidade que esta pretende personificar.

SINCERIDADE A etimologia da palavra sinceridade vem do latim e quer dizer "sem cera". As mascaras muitas vezes eram feitas de cera. Sendo assim, sinceridade significa "sem mascaras". Ser sincero é portanto expressar sem fingimentos e disfarces, os seus sentimentos e as suas ideias. É uma pessoa verdadeira, franca e leal. A verdade é que as "mascaradas" (hipocrisias) não se verificam apenas nesta altura do Carnaval. Existem muitas pessoas que ao longo do ano vivem escondidas debaixo de uma máscara.

 

A sabedoria Bíblica diz:

"A sinceridade dos sinceros os encaminhará, mas a perversidade dos desleais os destruirá" (Provérbios 11:3)

" O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele." (Provérbios 20:7)

"Observa o homem sincero e considera o que é recto, porque o futuro desse homem será de paz." (Salmo 37:37)

escrito p/ pechanense às 11:26
link do post | comentar | favorito
partilhar
Domingo, 19 de Fevereiro de 2006

A minha declaração

Depois de tudo o que vi e ouvi neste Domingo, senti a necessidade de vir aqui fazer esta declaração.

A minha adoração está direccionada para o Criador e não para a criatura. A minha fé está num Deus vivo e não numa pessoa que já morreu, seja ela quem for.

escrito p/ pechanense às 21:55
link do post | comentar | favorito
partilhar
Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2006

A indignação pelos cartoons

Como já o afirmei, acho legítimo que a publicação das caricaturas do profeta do Islão provoquem indignação por parte de quem o segue, mas nunca esta onda de violência movida pelos líderes religiosos, ao que parece concertada no último encontro que tiveram. Sabendo da tensão mundial em que vivemos, os autores dos "polémicos desenhos" poderiam ter evitado tudo isso se respeitassem a crença e a cultura do Islão. Aliás, isto é coisa que eles não o sabem fazer e teria sido uma boa oportunidade para lhes ensinar (não sei é se aprenderiam).

Nos "países de cultura cristã" eles têm permissão para construir mesquitas, para se manifestarem e criticarem a cultura e a religião do país que os acolhe, enquanto que nos "países de cultura islâmica" os cristãos não podem anunciar a sua fé, não podem construir igrejas e os missionários cristãos, por exemplo, no Irão, Indonésia e Yéman, são presos e vítimas de tortura e mesmo condenados à morte.

Claro que a resolução de toda esta polémica passa pela diplomacia e não com atitudes provocatórias (republicando as referidas caricaturas) e violentas. Porém creio que chegou a altura de mostrar firmeza e de lhes dizer que as suas atitudes são muito mais violentos e desrespeitadores do que alguns "rabiscos humorísticos". Só que o pânico da eventualidade de ficarmos privados do "ouro negro" vai levar mais uma vez os governos do Ocidente a "curvarem-se" às suas exigências.

escrito p/ pechanense às 16:38
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
partilhar
Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2006

Acerca da polémica dos cartoons e do muito que se tem dito...

O terror bárbaro e religioso e que se tem manifestado ao longo dos séculos, é o fruto de pessoas que nada têm da "imagem e semelhança" Daquele que nos criou. Aqueles que, excessivamente zelosos, se julgam inspirados por Deus, são cruéis e destruidores. Pela sua crença religiosa agem de um modo obsessivo e intransigente para defender, expandir e impor a sua doutrina.

Os que seguem o Deus de Abraão, a saber, Judaísmo, Cristianismo e Islamismo, ao matarem em Seu nome, estão simplesmente a mostrar que não O conhecem verdadeiramente. As Escrituras revelam um Deus de Esperança, de Paz, de Amor e também de Justiça.

A Justiça de Deus diz que a desobediência a Ele trás como consequência o castigo, que é a morte (entenda-se morte como separação, ou seja, uma separação de Deus para a eternidade).

O Amor de Deus teve como consequência a morte e a ressurreição de Jesus Cristo (a Bíblia diz que a salvação do homem vem pela graça de Deus e não pelas nossas obras e a vitória sobre a morte garante a todos os homens a vida eterna). Aqueles que, arrependidos, aceitam Jesus como sendo o seu Salvador têm, não só o perdão dos seus pecados mas também a certeza de uma vida eterna com Deus. Este amor de Deus é oferecido a todos, mas só aceita quem quer.

A Paz faz parte do carácter de Deus. Se não fosse assim, por causa da desobediência dos homens, Ele promoveria uma guerra com o objectivo de acabar com a sua criação. NÃO O FEZ. Há um texto na Bíblia que afirma "vós que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo. Porque Ele é a nossa paz... tendo derrubado a parede da separação que estava no meio, a inimizade... e vindo evangelizou a paz a vós outros que estáveis longe... por Ele, ambos temos acesso ao Pai em um Espírito" (Epístola ao Efésios 2:13-18).

Em relação à Esperança. Quando existe intimidade com Deus, passamos a conhecemo-Lo verdadeiramente. Ele não é um Deus de terror, que amedronta a todos com "a destruição". Aos que pensam assim, eu aconselharia a ler a Bíblia para que conhecessem Deus através de um contacto directo e não por terceiros. Acredito que muitas das pessoas que falam, da forma que falam, quando se referem a Deus, certamente nunca leram a Bíblia e aquilo que dizem é com base no que ouviram da boca de outros. Eu aprendi uma coisa que se aplica às questões espirituais e também às terrenas: Quando quero saber a verdade de alguma coisa, o melhor é procurar a fonte - as Escrituras são o único lugar certo para conhecer Deus e, a Bíblia em particular, para conhecer o Cristianismo. O último livro da Bíblia, o Apocalipse, termina, não com o fim, mas com um novo começo!

Creio que a publicação dos cartoons não deveriam ter originado esta onda de violência por parte dos seguidores do Islão. Indignação sim, porque mexeu com as suas crenças. Eu lembro-me que os Católicos também se indignaram quando colocaram um preservativo no nariz do Papa e possivelmente, se alguém fizesse uma caricatura de alguém muito próximo dos autores dos "cartoons da polémica", talvez passasse a ser alvo de uma contestação do visado e quem sabe de um murro no nariz!

Termino apenas dizendo isto: Haja bom senso por parte de uns e respeito por parte dos outros. Quando quiseres opinar sobre Deus, lê primeiro a Bíblia e fala então do que sabes e não do que os outros te disseram.

(Se quiseres vai à ieba que oferece um Novo Testamento!)

escrito p/ pechanense às 11:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
partilhar
online

Worten Sempre?

. mais sobre mim

subscrever feeds

. pesquisar neste blog

 

últ. comentários

Meu caro Farid HaiderTem razão quanto ao que disse...
Uma observação ao texto supra citado.Não existe lí...
Não sei quem é o artista, mas deve ser nova ortogr...
Boa pergunta...felizmente já comprei o meu há muit...
:) oh GOD!!
queria saber noticias do zeca. alguem pode me info...
tive a orra de passa tres temporadas como atleta d...
Obrigado mas não é tanto "voltar", é mais dar o "a...
Bem vindo e bem - aventuradas sejam as tuas palavr...
Móss Pechanense. Andaste desaparecide?

. ligações

Fórum olhão ponto org



. posts recentes

A todos os que visitam o ...

O discurso...

O 25 de Abril e a "Religi...

A Bíblia - Exposição em O...

O Valor da vida

A Verdadeira Mensagem de ...

A todos os amigos...

Até misturam a religião c...

O Código Da Vinci

O absurdo da idolatria

Páscoa

"Mascaradas"

A minha declaração

A indignação pelos cartoo...

Acerca da polémica dos ca...

. arquivos

. tags

todas as tags

blogs SAPO
mozila Firefox2