"Não falta quem já considere a blogosfera como o quinto poder" (Vital Moreira, Colunista, Público)

Segunda-feira, 24 de Abril de 2006

Nada menos do que Grande...

 

O povo português tem o mau hábito do saudosismo. Constantemente fala das glórias do passado... "a forma heróica como corremos com os espanhóis e os franceses para fora de Portugal, a forma gloriosa como demos a conhecer novos mundos ao mundo", etc., etc. Mas na nossa história recente também temos muitas e Grandes coisas para relatar. Poderíamos falar dos Grandes magriços, da Grande Expo98, dos Grandes estádios e do Grande campeonato europeu que realizámos, do Grande (maior) rico com passaporte português, dos Grandes anúncios de projectos e investimentos feitos por um Grande governo, liderado por Grande Primeiro-Ministro (estamos a falar do Grande Aeroporto da Ota, do Grande parque de combustíveis de Sines, da Grande fábrica de pilhas, das Grandes OPAS, do Grande choque tecnológico, do Grande simplex, etc., etc.).

 

Nada menos do que Grande... Claro que estou a ironizar (embora não tenha muita vontade para rir)!

 

Neste Domingo tive a oportunidade de estudar uma Grande passagem Bíblica de um Grande profeta. O profeta Isaías escreveu que “toda a carne é erva e toda a sua glória como a flor da erva; seca-se a erva e caem as flores, soprando o hálito do Senhor. Na verdade o povo é erva; seca-se a erva e cai a sua flor, mas a Palavra de nosso Deus permanece eternamente.” (Isaías 40:6-8) Sem dúvida alguma, os homens e os seus projectos são frágeis e indignos de confiança. Quando confiamos na nossa própria sabedoria, força e poder, tornamo-nos arrogantes e, mais cedo ou mais tarde, acabamos por cair. O profeta leva-nos a concluir que a melhor atitude não é o homem confiar no homem mas sim, depositar a sua total confiança na força e no poder divino. A força de Deus é eterna, enquanto que a capacidade humana acaba por falhar. Isaías diz ainda: “Mas os que esperam no Senhor renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.” (Isaías 40:31).

 

sinto-me:
. tags:
escrito p/ pechanense às 11:12
link do post | comentar | favorito
partilhar
1 comentário:
De Colibri a 24 de Abril de 2006 às 14:44
Mais um post que nos deixa a meditar. Um abraço e bom feriado.
Do Colibri.

Comentar post

online

Worten Sempre?

. mais sobre mim

subscrever feeds

. pesquisar neste blog

 

últ. comentários

Meu caro Farid HaiderTem razão quanto ao que disse...
Uma observação ao texto supra citado.Não existe lí...
Não sei quem é o artista, mas deve ser nova ortogr...
Boa pergunta...felizmente já comprei o meu há muit...
:) oh GOD!!
queria saber noticias do zeca. alguem pode me info...
tive a orra de passa tres temporadas como atleta d...
Obrigado mas não é tanto "voltar", é mais dar o "a...
Bem vindo e bem - aventuradas sejam as tuas palavr...
Móss Pechanense. Andaste desaparecide?

. ligações

Fórum olhão ponto org



. posts recentes

Festas de Pechão 2014

Alguém me explica, sff?

Sérgio Godinho em Pechão

Pertencemos a uma Geração...

Convite

Pechão é esgoto a céu abe...

Pendurem a Vuvu na Janela

I Love Ketchup

Teatro em Pechão

Comunicado da Farmácia de...

Casamento homossexual... ...

História da Música "Amazi...

O Sorriso do Ciganito

Rock na Ribeira em Pechão...

Campanha "Um gravador par...

. arquivos

. tags

todas as tags

blogs SAPO
mozila Firefox2