"Não falta quem já considere a blogosfera como o quinto poder" (Vital Moreira, Colunista, Público)

Sexta-feira, 2 de Outubro de 2009

Médico em Pechão

Não tenho publicado nada (propositadamente) para que não digam que eu só sei protestar. Mas a verdade é aquilo que sei fazer melhor... confesso!

 

Há coisa de quatro meses que ando a tentar marcar uma consulta no médico de família aqui em Pechão sem o conseguir. As consultas de clínica geral são dadas à Segunda-feira e à Sexta-feira (creio que existem seis consultas com marcação e outras seis para vagas). Tive a informação que só se marcam consultas uma vez por mês, para o mês todo. Também me informaram que algumas pessoas "reservam" logo no início do mês algumas consultas, precavendo-se para a eventualidade de ficarem doentes.

 

Portanto, quando vou para marcar uma já está tudo preenchido e não consigo consulta, ficando as vagas que são disponibilizadas no próprio dia. Quando vou no próprio dia já não existem vagas porque "clientes habituais" da "Unidade de Saúde Familiar Mirante - Extensão de Pechão" (acho que é este o nome todo-pomposo da Extensão em Pechão do Centro de Saúde de Olhão), chegaram às sete e seis horas da manhã. Como me recuso a "alimentar" um sistema que considero errado não consigo "apanhar" uma vaga (quem está doente e precisa de médico não vai nem deve ir de madrugada para a porta de um qualquer Centro de Saúde para "mendigar" uma consulta).

 

Sendo assim, tenho-me limitado a pagar o valor de uma consulta, sem a ter, para que o médico me passe uma receita de umas gotas oftalmológicas que necessito colocar nos meus olhos todos os dias. Isto tem me deixado aborrecido porque na verdade necessito da consulta para que o médico de família me encaminhe com urgência para as consultas de oftalmologia do Hospital de Faro.

 

 Mas isto que aqui escrevi é uma introdução àquilo que na verdade quero questionar, não sei é bem a quem.

 

Mais ou menos há um mês atrás eu fui novamente tentar a "minha sorte" e, mais uma vez, tive "azar"... não consegui "apanhar" uma vaga. Também mais uma vez paguei o valor de uma consulta (sem a ter) para que o senhor doutor passasse a minha receita que, entretanto já tinha ido antecipadamente "aviá-la" à farmácia de Pechão. Nesse dia aproveitei para demonstrar à senhora administrativa do Centro de Saúde a minha indignação pela situação e sugeri inclusive que se encontrasse outra forma de marcar consultas e de controlar os "doentes-crónicos" que diariamente vão "visitar" o médico, para que outros, é verdade que menos doentes, também pudessem "apanhar" uma consultazinha de vez em quando... quando necessitam. Fiquei a saber que o médico, a partir do dia seguinte, ia de férias durante um mês e, portanto, só se voltava a marcar consultas no dia 28 de Setembro.

 

Na parte da tarde dirigi-me à Junta de Freguesia de Pechão (lugar onde são dadas as consultas), para ir buscar a minha receita quando, para meu espanto, fiquei a saber que o médico não tinha passado... não passou a minha e não passou de mais ninguém. Ele decidiu, assim que chegou, arrumar as coisas e ir embora porque alguém, numa troca de palavras com a senhora administrativa, ameaçou "deixar" ali uns quantos "sopapos". Resumindo, fiquei sem a receita e a dever na farmácia.

 

Passado o mês de férias do senhor doutor, na Segunda-feira, dia 28 de Setembro, fui tentar marcar a minha consulta e fiquei a saber que o médico não estava porque tinha necessitado de ficar no Centro de Saúde, mas também fiquei a saber que andava no ar a dúvida se ele voltaria ou não... tudo por causa da confusão que tinha havido.

 

Como no dia seguinte (Terça-feira) era "dia de descanso do pessoal" da Extensão de Saúde, voltei na Quarta-feira e lá estava a  mesma senhora administrava do Centro de Saúde que apenas recebia pedidos de receitas e chamava os doentes que tinham consulta marcada para a especialidade do dia (creio que da Diabetes). Perguntei então quando é que se podia marcar consulta, ao que ela disse em voz bem alta que "isto está nas mãos do senhor Presidente da Junta de Freguesia. Se ele colocar um polícia aqui, amanhã estamos cá e marcamos consultas". Não me manifestei mas perguntei se era possível o senhor doutor passar a minha receita "em dívida" ao que ela disse que sim e até não precisava de pagar nada porque já o tinha feito anteriormente. À tarde fui buscar a minha receita à Junta de Freguesia e informaram-me que não tinha sido passada. Na Quinta-feira dirigi-me novamente lá e estava uma outra senhora administrativa do Centro de Saúde que informava de uma forma muito despachada que o senhor doutor estava doente e não havia consultas, apenas atendia a senhora enfermeira. Perguntei pela minha receita e recebi a resposta, da parte da senhora administrativa, que  não a tinha consigo e se eu necessitasse então que fosse ao Centro de Saúde de Olhão que um outro médico a passaria.

 

Não fui e hoje, Sexta-feira dia 2 de Outubro, foi colocada à porta da Junta de Freguesia de Pechão um papel com a informação "Dr. Manuel Trigueros está ausente".

 

Não sei bem a quem, mas pergunto:

  • O senhor doutor Manuel Trigueros está mesmo doente ou fugiu?
  • Afinal ele só vem se a Junta de Freguesia arranjar um "polícia"? Se sim, já estão a tratar da segurança pessoal do médico para que possa estar seguro nesta terra de "desordeiros"?
  • Caso o médico esteja doente ou tenha fugido, vai ser colocado um outro médico com coragem para enfrentar os "terroristas" de Pechão?
  • Não existe ninguém (da parte da administração do Centro de Saúde ou da Junta de Freguesia) capaz de solucionar este problema da vinda do médico e da forma como se marcam as consultas?

 

Para finalizar, não uma pergunta mas uma informação a quem possa interessar:

  • Ainda moro em Pechão.
  • Embora não tenha estado no "activo" neste últimos meses, continuo a ser um dos muitos "terroristas" desta terra "inóspita".
  • Esta situação está-me a deixar de tal forma aborrecido que estou a pensar voltar à actividade "protestante" e levar este e outros assuntos a talhe-de-foice.

 

sinto-me:
escrito p/ pechanense às 12:15
link do post | comentar | favorito
partilhar
3 comentários:
De helena a 2 de Outubro de 2009 às 15:44
Eu Helena estou mas mesmas condições, hoje telefonei para o Centro de Olhão e tive de resposta que fosse a Olhão que a receita era passada por outro médico do Centro de Olhão, não perguntei mas eu já paguei o pedido de receita no Centro de Pechão na quarta-feira.
Também me disseram que quarta-feira da próxima semana o médico estava no Centro de Pechão se é ou não assim, não sei , quem é que nos pode informar? Eu penso que este assunto deve ter solução .
De floripes a 2 de Outubro de 2009 às 17:47
bem vindo de volta ao grupo dos" terroristas".
estou com saudades daquelas cavaqueiras quase clandestinas, em que dirigentes do poder local enviavam agentes do sis local para saberem que nos eramos.
mas os interrese partidários deram cabo de tudo,eu você e muitos resistiram aos partidos,outros não.
pode ser que depois das eleições voltemos a reunir os terroristas.
pois a minha luta contra a poluição na ria formosa ainda agora vai no principio.

um Abraço Floripes.
De Zé de Pechão a 4 de Outubro de 2009 às 08:44
Foi para denunciar situações como estas que criei o Blog muro das lamentações de Pechão.
Gostaria muito de contar com a sua colaboração.

Comentar post

online

Worten Sempre?

. mais sobre mim

subscrever feeds

. pesquisar neste blog

 

últ. comentários

Meu caro Farid HaiderTem razão quanto ao que disse...
Uma observação ao texto supra citado.Não existe lí...
Não sei quem é o artista, mas deve ser nova ortogr...
Boa pergunta...felizmente já comprei o meu há muit...
:) oh GOD!!
queria saber noticias do zeca. alguem pode me info...
tive a orra de passa tres temporadas como atleta d...
Obrigado mas não é tanto "voltar", é mais dar o "a...
Bem vindo e bem - aventuradas sejam as tuas palavr...
Móss Pechanense. Andaste desaparecide?

. ligações

Fórum olhão ponto org



. posts recentes

Festas de Pechão 2014

Alguém me explica, sff?

Sérgio Godinho em Pechão

Pertencemos a uma Geração...

Convite

Pechão é esgoto a céu abe...

Pendurem a Vuvu na Janela

I Love Ketchup

Teatro em Pechão

Comunicado da Farmácia de...

Casamento homossexual... ...

História da Música "Amazi...

O Sorriso do Ciganito

Rock na Ribeira em Pechão...

Campanha "Um gravador par...

. arquivos

. tags

todas as tags

blogs SAPO
mozila Firefox2